Contato

Fechar Contato Milano

Empresa (obrigatório)

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Celular (obrigatório)

Cidade (obrigatório)
Estado

Assunto

Mensagem


O serviço de atendimento Milano está apto para esclarecer todas e quaisquer dúvidas de maneira assertiva e personalizada.

 

Atendimento: Sumaré – SP

Av. Daniel D’Colle, 188 – Chácaras Reunidas Anhanguera
CEP 13177-440 – Sumaré – SP
Fone: +55 (19) 2102-2500 – Fax: +55 (19) 2102-2510

Central de atendimento: +55 (19) 2102-2500

Publicado: 07/05/2019

Crescimento do setor de óleo e gás retoma no Brasil

O Brasil voltou a ser um destino de investimentos em óleo e gás e, os números crescentes comprovam essa afirmação. Com uma expectativa de 10 anos, o país poderá produzir até 6,1 milhões de barris por dia, mais que o dobro do volume atual. A revigoração de campos maduros e o aproveitamento das oportunidades em terra são outros fatores pertinentes ao setor.

Conforme algumas áreas com potencial de enormes descobertas de petróleo e gás forem arrematadas, o setor vislumbra conquistar ainda mais investimentos. Para que isso aconteça de fato, o país precisa se manter atrativo aos grandes players do setor – para que o potencial gerador de riquezas do pré-sal seja aproveitado enquanto os combustíveis fósseis têm valor de mercado.

O desenvolvimento do regime especial de tributação da importação de bens para as atividades de E&P de óleo e gás é mais uma motivação que o setor recebeu. Com a Lei 13-586/2017, os incentivos fiscais do Repetro foram prorrogados de 2020 para 2040.

Essa lei visa consolidar a competitividade brasileira internacionalmente e estimular o interesse das petrolíferas pelas licitações de blocos exploratórios no Brasil.

Diversas operadoras calculam que a partir de 2030, ocorrerá o pico de demanda de petróleo em um cenário de diversificação da matriz energética no mundo.

Por isso, o Brasil deve ter a visão estratégica de que é preciso continuar melhorando o ambiente de negócios para aproveitar ao máximo essa janela de oportunidade.

Fonte: Assessoria Milano
Foto/Crédito: Divulgação