Contato

Fechar Contato Milano

Empresa (obrigatório)

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Celular (obrigatório)

Cidade (obrigatório)
Estado

Assunto

Mensagem


O serviço de atendimento Milano está apto para esclarecer todas e quaisquer dúvidas de maneira assertiva e personalizada.

 

Atendimento: Sumaré – SP

Av. Daniel D’Colle, 188 – Chácaras Reunidas Anhanguera
CEP 13177-440 – Sumaré – SP
Fone: +55 (19) 2102-2500 – Fax: +55 (19) 2102-2510

Central de atendimento: +55 (19) 2102-2500

Publicado: 08/06/2016

Corrosão : como amenizar?

Corrosão

 

O processo natural de corrosão tem preocupado governantes de todo o mundo, visto grandes somas monetárias sendo gastas, para que o tema seja amenizado. Existem muitas pontes construídas, túneis, armazéns agrícolas, redes sanitárias em geral, prédios públicos, dentre outros prédios e construções, os quais usam metais em suas estruturas.
Devido ao grande número de grandes construções em todo mundo, o Congresso Americano encomendou um estudo entre 1999 e 2001, o qual estimou os custos diretos com a corrosão no EUA em 3,1% do PIB americano. O estudo também revelou ações simples contra a corrosão, que se tomadas, poderiam poupar de 20 a 30% de maiores gastos. Diante este fato, a Milano passará a divulgar artigos, estudos, pesquisas, todos correlacionados a cada tipo de corrosão, a fim de informar, bem como contribuir para amenizar estes custos.

A Corrosão de Metais

A corrosão é um tipo de deterioração que pode ser facilmente encontrada em obras metálicas. O aço oxida quando em contato com gases nocivos ou umidade, necessitando por isso de cuidados para prolongar sua durabilidade. A corrosão é um processo de deterioração do material que produz alterações prejudiciais e indesejáveis nos elementos estruturais. Sendo o produto da corrosão um elemento diferente do material original, a liga acaba perdendo suas qualidades essenciais, tais como resistência mecânica, elasticidade, ductilidade, estética, etc.
Em certos casos quando a corrosão está em níveis elevados, torna-se impraticável sua remoção, sendo, portanto a prevenção e controle as melhores formas de evitar problemas.

Tipos de Corrosão:

1) Corrosão Uniforme

Mais comum e facilmente controlável, consiste em uma camada visível de óxido de ferro pouco aderente que se forma em toda a extensão do perfil. É caracterizada pela perda uniforme de massa e consequente diminuição da secção transversal da peça.
Esse tipo de corrosão ocorre devido à exposição direta do aço carbono a um ambiente agressivo e à falta de um sistema protetor tal como pintura, galvanização ou outro qualquer.
Comumente, o sistema protetor tal como pintura, galvanização ou outro qualquer, pode-se romper durante o transporte ou manuseio da peça, devendo ser rapidamente reparado, antes que ocorra a formação de pilhas de ação local ou arejamento diferencial.
Prevenção e Controle: Dependendo do grau de deterioração da peça, pode-se apenas realizar uma limpeza superficial com jato de areia e renovar a pintura antiga. Em corrosões avançadas, deve-se optar pelo reforço ou substituição dos elementos danificados.
Em qualquer caso é preciso limpeza adequada da superfície danificada.
A corrosão uniforme pode ser evitada com inspeção regular da estrutura e com o uso de ligas especiais como o aço inoxidável. Sua localização é uma das mais simplificadas e permite que problemas sejam evitados quando se existe serviços de manutenção preventiva.
Este tipo de corrosão ocorre em geral devido a micro pilhas de ação local, e é provavelmente o mais comum dos tipos de corrosão, principalmente nos processos corrosivos de estruturas expostas à atmosfera e outros meios que provocam uma ação uniforme sobre a superfície metálica.

 

Fonte: Norma Nace/ CESEC UFPR
Todos direitos reservados aos responsáveis do site citado.
Disponível em: www.ufpr.br | Acesso em: 20/05/2016 às 14h48.